A Marfrig investe para aprimorar cada vez mais o relacionamento com clientes e fornecedores. Dois projetos se destacam em 2021: os novos portais para clientes estrangeiros e despachantes parceiros, digitalizando o relacionamento com a companhia.

Por meio de tecnologias integradas, agora os clientes estrangeiros da Marfrig -- como grandes redes de varejo e restaurantes globais -- conseguem acompanhar seus pedidos desde a criação até o recebimento, incluindo toda a documentação alfandegária. O canal também viabiliza o melhor acompanhamento dos times comerciais da companhia, nas unidades da América Latina (Brasil, Uruguai, Chile e Argentina), unificando processos de vendas.

“É um grande salto de qualidade no serviço e na rapidez de informação. Todas as unidades da América do Sul possuem uma plataforma integrada para inclusão dos pedidos, que possibilita um acompanhamento global de todo o trâmite comercial, diminuindo burocracia, custo e tempo e centralizando informações”, diz Joel Santiago, diretor de tecnologia da Marfrig.

Todos os clientes da Europa, por exemplo, já aderiram à plataforma. Com o novo sistema digital, o processo tradicional promove um ganho de até dois dias. “É um ambiente seguro, rápido e ágil, elevando o nível de informação e prestação de serviços a clientes internacionais e facilitando o trabalho da equipe de pós-venda”, afirma Santiago.

Despachantes
Já o portal para despachantes apoia as questões alfandegárias, aprimorando as trocas de documentos e informações sobre as cargas, além de dar mais agilidade ao pós-venda. O sistema consegue gerar dados, como o tempo de processos e o faturamento das plantas, fazendo com que a Marfrig tenha uma tomada de decisão mais estratégica junto a cada um dos seus parceiros.

Mais de 30 profissionais (diretos e terceiros) do setor de Tecnologia da Informação da Marfrig atuam desde março de 2020 em ambos os projetos. As plataformas podem ser acessadas nas versões desktop ou mobile a qualquer momento do dia.digitaliza relacionamento com clientes e fornecedores.

Pode te interessar

Inteligência artificial mudará forma de bancos se relacionarem com clientes

Como os golpes no WhatsApp podem prejudicar as relações entre empresas e clientes?

Experiência do cliente: é preciso reinventar o call center