Na edição desta quinta-feira do podcast De Carona na Carreira, Thais Roque conversou com Vitor Nunes, CEO da plataforma Festival Teen e da agência Starhub. O executivo conta como foi a transição profissional para o universo digital e, mais especificamente, ajudando marcas a impactar a geração Z, um grupo composto por jovens nascidos de 1995 a 2015.

Por seu um público tradicionalmente mais difícil de conquistar, Thais já abriu o bate papo perguntando qual era o segredo para se comunicar com esses jovens, adolescentes e pré-adolescentes.

“Eu acho que é um público que demanda muita verdade na nossa mensagem. Eles já estão muito acostumados com temas atuais como a diversidade, a sustentabilidade. Temas importantes que já vem com muita naturalidade para eles. Por isso, toda marca que queira se comunicar com essa geração tem que ter isso em mente, uma responsabilidade com o mundo, pois vai encontrar uma geração que tem um olhar muito atento a isso”, conta Vitor.

Ele ainda explica o que justifica seu ponto de vista. “Estamos falando de uma geração que já nasceu conectada, que tem um mundo na palma das mãos com acesso muito mais rápido à informação que interfere em sua decisão sobre consumo de produtos ou marcas, priorizando aquelas que estejam alinhadas com o que eles acreditam”. Thais perguntou se essa juventude realmente está disposta a esse tipo de conhecimento e Vitor acrescentou. “Eles fazem tudo isso em questão de segundos, estão muito atentos ao conteúdo que esteja 100% conectado com a realidade deles”.

Um nicho inexplorado
Vitor contou que seu interesse em criar uma comunicação focada nesse público nasceu enquanto trabalhava com algumas marcas e percebia que faltavam ferramentas que pudessem ajudá-las a conversar de forme efetiva com os jovens, mais especificamente a geração Z.

“Eu ouvi de muitas empresas que os adolescentes não eram o público consumidor deles. Porém, na verdade, é uma faixa etária que precisa estar no foco de qualquer marca. Se hoje esse jovem não é seu consumidor, ele pode se tornar um brand lover, um admirador de sua empresa. E esse é o caminho para que ele se torne o seu consumidor no futuro. Eu sempre recomendo que 10% da verba do marketing, no mínimo 5%, seja investida na geração Z”, destaca o CEO.

E foi assim que Vitor identificou uma oportunidade para atuar e atender a essa demanda. “Tive um insight em uma noite e me levantei às 3 h. da manhã para verificar se o nome ‘Festival Teen’ estava disponível para compra do domínio, para criar um usuário no Instagram ou se havia algum registro de marca. Tudo estava livre, era Deus me dando o recado”.

E foi assim, de um insight, que nasceu a ideia de criar o Festival Teen, um festival tão grandioso quanto os eventos que serviram de inspiração, como Rock in Rio e Lollapalooza, mas com uma grande diferença, o palco recebendo apenas artistas que nasceram e construíram suas carreiras na internet e que são ídolos dos adolescentes e pré-adolescentes. E foi daí que veio o slogan “transformando likes em aplausos”.

Atualmente, o Festival Teen é uma empresa multiplataforma de entretenimento e mídia. Conta com um portal e instagram de notícias, uma TV de conteúdo no YouTube, e claro, uma conta no TikTok.  Além disso, muito conteúdo, influenciadores e música Festival Teen Live Show, hoje reconhecidamente o maior evento com foco no jovem do Brasil.

Incômodos que estimulam
O executivo contou à Thais que é movido a incômodos, são eles que o estimulam a encontrar uma solução inovadora, a criar, e foi o que o fez migrar sua carreira da publicidade BTL para o meio digital.

“Eu tinha minha carreira muito definida. Mas senti um incômodo, uma necessidade de transformação onde eu precisava me conectar mais com soluções digitais. Minha carreira era muito baseada no offline, em eventos.   Aí veio o Festival Teen para me reinventar profissionalmente, pois nele eu pude trazer para um universo da internet toda a minha experiência, unir as duas coisas”, conta.

Vitor recorda que também foi assim, de um incômodo que nasceu um dos maiores cases de sucesso do mundo, que é a linha de maquiagens da Kylie Jenner. “Tudo começou com um problema de autoestima, um incômodo com os lábios que ela achava muito finos. Ao invés de sofrer com toda a mídia, muitas delas críticas, a uma possível modificação estética, ela e sua mãe decidiram aproveitar para entrar no mercado de cosméticos começando pelo cuidado com os lábios e hoje em dia estão aí, num mercado multimilionário”.

Falar sobre o sucesso de Kylie como influenciadora é algo natural para ele, pois é o universo que faz parte de seu dia-a-dia. Vitor também fundou no ano passado a agência Starhub. Um hub de influenciadores digitais com foco em realizar projetos digitais ao mesmo tempo em que transforma em realidade os sonhos de cada um dos seus agenciados. Diferentes objetivos e diferentes personalidades que são respeitadas e com carreiras que são administradas com muita dedicação.

Uma história com grandes marcas
Vitor ainda contou detalhes sobre sua carreira, como foi empreender fundando sua primeira agência e logo de cara atender um projeto da Coca-Cola durante os jogos olímpicos, além de outros gigantes do mercado que passaram pelas suas mãos como Samsung, Nestlé e Google. Ele até deu dicas para quem quer seguir o mesmo caminho e como criar um evento do zero, como ele.

Para conferir o bate-papo na íntegra, acesse o “De Carona na Carreira” no Spotify pelo link: https://open.spotify.com/episode/20kq9XZhMVqxyJS1ZReCI7?si=uk-XkGJqQV-heWaeA1AgeA