Pelo segundo ano consecutivo, a Algar Tech está entre as melhores empresas para as mulheres trabalharem no Brasil em 2020. A companhia foi uma das premiadas na categoria de empresas de grande porte no ranking do GPTW Mulher.

A iniciativa é da consultoria global Great Place to Work e tem como propósito reconhecer as melhores práticas do mercado de incentivo à liderança feminina. Na edição deste ano, foram 640 inscritas e 70 premiadas, entre organizações de médio e grande porte.

O ranking leva em conta critérios como ambiente de trabalho, rotatividade, promoções e participação na tomada de decisões. Para participar, existem algumas exigências, entre elas ter no mínimo 100 colaboradores, 15% de mulheres no quadro geral e 15% em cargos de gestão. 

Na Algar Tech, as mulheres ocupam 56% dos cargos de liderança (considerando supervisão, coordenação, gerência e direção), sendo que a companhia tem como sua principal líder a presidente Tatiane Panato, primeira mulher à frente de uma empresa do Grupo Algar. Além disso, a empresa possui políticas de isonomia salarial e metas para garantir que mulheres façam parte dos planos de sucessão da liderança – 100% das posições executivas precisam ter pelo menos uma mulher indicada.

A companhia conta também com um comitê de diversidade, chamado “Algar Sem Barreiras”, e oferece salas de amamentação e investe em modelos de trabalho que favoreçam a inserção da mulher após a maternidade (com políticas especiais de home office, mesmo antes da pandemia). Há, ainda, um canal específico na Ouvidoria para denúncias de violência contra a mulher, dentro ou fora da empresa.

Pode te interessar

Algar Tech anuncia Home Office definitivo para staff e comercial

Grupo Stefanini investe para o crescimento contínuo de mulheres em cargos de liderança

Diversidade nas empresas é sinônimo de ganhos para os negócios